‘Estou cagando e andando para o conservadorismo’, diz Pabllo Vittar

Após lançar seu primeiro disco, Vai Passar Mal, a drag queen Pabllo Vittar não só virou assunto em todo o país com agudos empoderados, como alcançou o topo das paradas globais com vários hits e fechou o ano de 2017 com cerca de 130 shows por todos os cantos do Brasil. Nascido em São Luís do Maranhão, o homem gay Phabullo Rodrigues da Silva, 23 anos, está colhendo os frutos da sua ascensão meteórica ao sucesso e, nocauteando o preconceito, consolida sua personagem artística – Pabllo Vittar – com o segundo álbum da carreira, Não Para Não, lançado no início do mês.

Continue lendo “‘Estou cagando e andando para o conservadorismo’, diz Pabllo Vittar”